17/12 - Pensamento de São José Marello
Humilha-nos muito admitir que sempre recaímos nos mesmos defeitos e que, nas mesmas circunstâncias não conseguimos vencer a nós mesmos, mas essa humilhação já é penitência. (S 202)
Buscar

Notícias

Você está aqui: Página inicial > Notícias
Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017 - 23h59

Carta convite de Padre Fernando Baptistute OSJ

aos fiéis da paróquia nossa Senhora de Loreto


São Paulo, 1 de dezembro de 2017.

 

À

 

Paróquia Nossa Senhora de Loreto

 

NESTA

 

“Não seja como nós queremos, mas como Deus quer”.

 

Saudações a todos!

 

Eu, Pe. Fernando Baptistute OSJ, recebi da Congregação dos Oblatos de São José a missão de ser pároco na Paróquia Nossa Senhora de Loreto. Assumi o mandato, em 12 de fevereiro de 2012, quando emiti a profissão de fé e fiz o juramento de fidelidade de permanecer sempre em comunhão com a Igreja Católica.

 

Quero partilhar com os senhores que sou feliz em ser padre e quero assim continuar. Contudo, desde 2009, comecei a refletir na possibilidade de estando e continuando como presbítero assumir uma experiência pastoral a serviço de alguma diocese. Em 2012, comecei a dar os primeiros passos. Rezei, refleti. A oração me ajudou e confirmei a minha decisão.

 

 A primeira coisa que devia fazer era encontrar um bispo que, durante a experiência, me desse acolhida. Pedi acolhida a Dom Julio, Bispo auxiliar de São Paulo e recém-nomeado Arcebispo de Sorocaba. Oficialmente, Dom Julio me ligou, no dia 12 de junho de 2017, informando-me que o meu pedido fora aceito pelo conselho de presbíteros da Arquidiocese de Sorocaba.

 

Com a carta de acolhida que Dom Julio me concedeu formalizei a minha carta pedindo ao Conselho Provincial e ao Conselho Geral a permissão para a nomeada experiência pastoral: “peço aos Superiores a permissão de ficar um ano fora da casa religiosa, a partir de janeiro de 2018. Durante esse período, como religioso, “extra domum”, continuarei, apoiado na oração, exercendo o presbiterato a serviço do povo de Deus na arquidiocese de Sorocaba”.

 

O Conselho Provincial da Província Nossa Senhora do Rocio, através do Padre Provincial, enviou-me uma resposta, no dia 12 de agosto de 2017, demonstrando que, apesar das dificuldades que teriam com a minha ausência, estava de acordo: “que você faça essa experiência e alcance os objetivos. Que você faça a experiência de escuta atenta do chamado vocacional diferente que tem sentido já há algum tempo e perceba o que o Senhor quer de você e O responda generosamente. Isso é o que lhe desejamos, apesar das dificuldades que teremos”. 

 

A resposta do Conselho Geral veio com data do dia 29 de agosto de 2017, por meio do Prot. Nº C 043/2017: “il Superiore Generale com il consenso del suo Consiglio há accolto la domanda di Pe. Fernando Baptistute, della Provincia del Brasile, che ha chiesto il permesso di restare fuori comunità  da gennaio 2018 a gennaio 2019, per fare un’esperienza pastorale nella Diocesi di Sorocaba, del cui Ordinario presenta a lettera di accettazione”.

 

Com a permissão dos meus superiores, Dom Julio, arcebispo de Sorocaba, enviou-me a seguinte destinação: “Depois de ter consultado o conselho de presbíteros, proponho que você faça sua experiência na Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Votorantim... Trata-se de uma paróquia com várias comunidades e com muito trabalho pastoral... A sua chegada à paróquia deverá acontecer no dia 1 de fevereiro de 2018. Assim poderá ser apresentado aos paroquianos no final de semana (3 e 4 de fevereiro)”.

 

Agradeço à Congregação dos Oblatos de São José, minha família religiosa, pela confiança que em mim depositou entregando-me o pastoreio da Paróquia Nossa Senhora de Loreto. Agradeço, ao querido povo da paróquia Nossa Senhora de Loreto, representados através dos órgãos administrativos do CPP do CAE, das pastorais, dos movimentos e associações, e por todo o povo fiel porque me receberam como ministro de Deus, apoiando-me no meu ministério.

 

O esforço que, durante esses anos, fiz em amar mais e cada vez melhor foi recompensado e me fez entender que Santo Agostinho tinha razão quando dizia:  “Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos” (Santo Agostinho, Homilies on the First Epistle of John).

 

Gostaria que estivessem comigo no dia 31 de dezembro, no horário das 19 horas, na matriz, para celebrarmos juntos a missa da Véspera do ano novo e da Festa da Sagrada Família, Jesus, Maria e José. Será essa também a ocasião em que presidirei a última missa como pároco na querida paróquia Nossa Senhora de Loreto. Venham! Vamos terminar o ano de 2017 com uma bonita e festiva celebração eucarística. Que não seja essa uma missa de despedida, mas uma missa do meu envio como padre para uma nova missão.

 

Atenciosamente,

 

 

Pe. Fernando Baptistute OSJ

+ Notícias  |  Compartilhar | 
+
Fale conosco | Mapa do site | Copyright © nsloreto.org.br - Todos os direitos reservados. All rights reserved.